Tradutor

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Todo apoio e solidariedade a Eliana Calmon


Desde que a ministra Eliana Calmon, Corregedora Nacional de Justiça, no final de setembro último denunciou publicamente a existência de "bandidos de toga" infiltrados no Judiciário, o ABC! vem quase que diariamente publicando posts a respeito, informando, emitindo opinião, trazendo pontos de vista de juristas e outros estudiosos e fornecendo apoio à ministra guerreira.

Semanas atrás, pedi aqui neste espaço que construíssemos uma Corrente de Solidariedade em volta da aguerrida ministra e forneci seus endereços eletrônicos no Conselho Nacional de Justiça e também no Superior Tribunal de Justiça, para que todos enviassem mensagens de apoio. Leia mais aqui.


O momento é preocupante: forças do atraso e da iniquidade, que esbulham este País também na esfera do Judiciário, não querem perder seus privilégios e sua tradicional impunidade.

O que vem acontecendo nos últimos dias tem indícios fortes de "coisa orquestrada". Esperaram a última semana antes das festas de fim de ano, quando grande parte das pessoas está desmobilizada, desatenta, para desferir um ataque contra a destemida ministra-corregedora, anulando procedimentos investigativos que estavam em curso, destruindo o trabalho de Eliana Calmon à frente da Corregedoria. Alguns, mais atrevidos, vêm a público para disparar ataques pessoais contra a ministra, tentando denegrir sua imagem.

Isso é gravíssimo.

Não podemos permitir isso! Há três meses a Adin impetrada pela Associação dos Magistrados Brasileiros para restringir os poderes do CNJ encontra-se "estacionada" no STF. E no último dia do ano judiciário duas liminares - do ministro Marco Aurélio e do ministro Lewandowski - são concedidas e suspendem as investigações de fatos gravíssimos, inclusive no Tribunal de Justiça de São Paulo? O que é isso?

O Povo Brasileiro, nós todos, cidadãs e cidadãos, muitos vítimas deste Judiciário fechado, arcaico, elitista e antidemocrático, não podemos nos calar diante deste descalabro de impunidade que se esboça.

Todo o apoio e solidariedade à Grande Mulher da Justiça, ministra-corregedora ELIANA CALMON, pedra no sapato da bandidagem togada e Orgulho da Magistratura Brasileira !

*

25 comentários:

  1. A Justiça no Brasil esta seqüestrada pela banda podre do judiciário ,são centenas de processos sendo literalmente vendidos para beneficiar as empreiteiras do esquema,juntamente com inventariantes judiciais ,partidores ,cartórios montando documentação fraudada ,perdigueiros infiltrados na sociedade para descobrir famílias que tenham terras ,imóveis de grande proporção que tenham mortos e inventários abertos ,verdadeiros freqüentadores de velório ,para se infiltrar na família ,leilões de imóveis já pré vendidos para gangue ,imóveis sendo retirados através de documentações falsas de seus espólios ,numa duplicação de documentos ,para que os herdeiros não se dêem conta de que o mesmo já foi vendido ,colocam laranjas como posseiros para tomar na mão grande os imóveis ,fazendas ,provocam brigas entre herdeiros ,que estejam sob a tutela de algum inventariante judicial ,para que através desta briga ,minem os imóveis ,deixam lacrados ,para depois tomarem por dívidas já pré montadas pela gangue , agora para se ter justiça no pais ,só encaminhando seus processos para INTERPOL e toda a mídia internacional ,direitos humanos e OEA por que aqui a situação esta seriíssima ,estamos realmente na mão de bandidos ,alguns de Toga outros de Gravata
    VAMOS JUNTAR TODOS OS PROCESSOS ENCAMINHADOS AO CNJ E TODA A CPI DAS VENDAS DE SENTENÇAS NA ALERJ E VAMOS PROVAR QUE EXISTEM SIM BANDIDOS DE TOGA ,POR QUE SÃO CENTENAS DE PESSOAS SENDO ROUBADAS DIARIAMENTE EM SEUS DIREITOS CONSTITUCIONAIS POR ESSA GANGUE QUE SEDIOU O JURIDICO DO BRASIL !
    VAMOS APOIAR ESTA REESTRUTURAÇÃO DOS DIREITOS DO CNJ ,NÃO PODE A POPULAÇÃO FICAR A MERCE DE BANDIDOS DE TOGA ,VENDENDO SENTENÇAS JUDICIAIS PARA FAVORECER GLOBAIS E GRILEIROS DE TERRAS PARTICULARES

    A POPULAÇÃO BRASILEIRA VAI AS RUAS PARA EXIGIR SEUS DIREITOS ,NÃO PODEMOS MAIS ESTAR A MERCE DE SERMOS DIARIAMENTE ROUBADOS POR UM GOVERNO DE ESCANDALOS COM AS VERBAS FEDERAIS E AGORA ESTARMOS SITIADOS NOS DIREITOS FUNDAMENTAIS OS JURIDICOS ,SÃO CENTENAS DE PROCESSOS SENDO VENDIDOS NO VERDADEIRO BALCÃO QUE SE TRANSFORMOU O JUDICIARIO E ESTA DECISÃO TEM HAVER COM A AÇÃO QUE TEM COMO REU LUIZ ZVEITER ,POIS E FATO NOTORIO QUE O ESCRITORIO DA FAMILIA DO DESEMBARGADOR ATUA NA DEFESA DE CONSTRUTORAS A MUITO METIDAS EM FATOS OBSCUROS

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigada pela participação. É isso mesmo. O ABC! assina embaixo e conclama as cidadãs e cidadãos, Indignadas e Indignados, a saírem às ruas de forma ordeira e educada, a enviarem mensagens de protesto ao STF, a se manifestarem nas redes sociais. Como disse a ministra Eliana Calmon: "Acima do Poder Judiciário tem uma coisa que se chama POVO BRASILEIRO." Abraços!

    ResponderExcluir
  3. VAMOS ABRIR A CAIXA PRETA DO JUDICIÁRIO!

    ResponderExcluir
  4. Vamos!!! O momento é este! Chega de iniquidade! Primavera Judiciária! Abaixo a Ditadura Togada!!!

    ResponderExcluir
  5. Renata C. Chiarini Dallagnol22 de dezembro de 2011 16:40

    Infelizmente não é só STJ que tem bandidagem, no TST, que teórica mente deveria proteger os trabalhadores e defender seus direitos tbém deixam-se cooptar pelo poder político e econômico. Enquanto a Ministra Rosa Maria estava a frente como relatora, o processo corria de forma normal, a partir do momento que o Ministro Aloysio Correa da Veiga tomou frente do processo, após uma decisão monocrática, deu por extinto o processo (processo que já tinha ganho e Embargos Declaratórios rejeitados duas vezes) e agora nega o provimento do agravo, publicando (sem publicar) o acórdão.

    ResponderExcluir
  6. Infelizmente, Renata, a bandidagem togada é geral. Em todos os níveis do Judiciário. Sou vítima dessa bandidagem em fórum da cidade de São Paulo, primeira instância. A situação do Judiciário brasileiro é gravíssima, até porque muitos dos seus membros tratam o povo como ralé, escória. Eles são semideuses, que tudo podem. Cabe a nós todos, que pagamos os seus altos salários, acabar com isso, dando todo o apoio à ministra-corregedora e atuando em todos os espaços que pudermos. Abraços e obrigada pelo testemunho.

    ResponderExcluir
  7. ESPRIT DE CORPS do "Judiciário" tentando desmoralizar o CNJ e sua Corregedora - essa mulher de valor inestimável, que está fazendo história no Brasil. Haverá alguma espécie de medo? !!! Apoiada Excelência.

    ResponderExcluir
  8. Temo que seja mais do que corporativismo. São organizações criminosas. Cumplicidade. Precisamos todos proteger essa mulher extraordinária. Já perdemos Patrícia Acioli. Não podemos perder Eliana Calmon!

    ResponderExcluir
  9. Que engraçado e inédito! Quando alguém toma coragem e a frente de uma denúncia dessas, justamante do PODER que tem MAIS PODER faz todo esse "babafa" para "abafar" a sujeira que é tamanha que se colocar debaixo de um tapete vira um "morro da rocinha"...fácil, fácil: não adianta nada esse dito "Judiciário' tentar desmoralizar o CNJ e sua Corregedora, PORQUE OS DESMORALIZADOS SÃO ELES PRÓPRIOS >>> E SE ESTÃO ESPERNEANDO TANTO É A PROVA MAIS CONCRETA QUE A SUJEIRA E A INDECÊNCIA IMPERAM NESSE MEIO...e se nessa brincadeira alguém "morrer" será o mesmo que assinarem embaixo. Uma coisa pequena q foi colocada em pauta perto de toda "MMMMM" que esta por traz de tudo >>>Isso é puro medo,pois a pontinha do "rabo" foi puxado !!!

    ResponderExcluir
  10. MINISTRA ELIANA CALMON:

    Parabéns à Vossa Excelencia..., continue sempre assim... Defendo aos direitos DOS menos favorecidos e expondo ao publico os interesses egoistas e desonestas de autoridades que tem como missão honrar ao mérito recebido e estar a serviço da nossa sociedade para a construção da Paz, do Respeito, da Dignidade e dos valores ÉTICOS, morais, sociais...

    Vossa Excelencia tem todo o meu apoio...

    Ainda bem que em Nosso País BRASIL, ainda existe pessoas igual a MINISTRA, que honra o seu NOME, A FUNÇÃO que exerce ao seu POVO para o qual Trabalha e FAZ parte. (NAÇÃO BRASILEIRA.

    MINISTRA, quando concluires os Trabalhos de Justiça no autotribunal.... Dê uma OLHADINHA para o Povo SOFRIDO de CARAJÁS e TAPAJÓS no Estado do Pará!...;

    Pois aqui nós vivemos e somos tratados indiferentemente sem os direitos básicos à saude, á Educação, à Infraestrura, ao lazer, ao esporte e ao Turismo e Principalmente à comunicação.

    O povo CARAJAENSE e TAPAJOENSES agradecem de Coração.

    MAS uma VEZ PARABÉNS pela sua brilhante e Impactante Ação.

    ResponderExcluir
  11. O que está acontecendo escancaradamente diante de nossos olhos, cidadãs e cidadãos brasileiros, é muito triste. E gravíssimo. O Poder constituído para coibir ilícitos e promover a legalidade, eivado de bandidos e suspeitos de bandidagem. Vamos pras ruas e praças, para as redes sociais... enchamos as caixas postais das autoridades dos três poderes pedindo apoio à nossa Primavera Judiciária. Chegou a hora. O inimigo é traiçoeiro, trapaceiro, não tem um pingo de ética. Passadas as festas e as férias, retomemos nosso posto. E construamos já uma Corrente de Solidariedade em torno da Grande Mulher da Justiça, ministra-corregedora ELIANA CALMON. Abraços a todos os leitores e comentadores. Grata pela participação.

    ResponderExcluir
  12. parabéns ELIANA CALMON sinto orgulho de ser mulher

    ResponderExcluir
  13. Eu também!!! Eliana Calmon: pedra no sapato da bandidagem togada e ORGULHO DA MAGISTRATURA BRASILEIRA. Todo apoio a esta GRANDE MULHER DA JUSTIÇA!

    ResponderExcluir
  14. Estou com Eliana Calmon e não abro.Limpar o pior do Poderes:o judiciário.

    ResponderExcluir
  15. O Mais Poderoso dos Poderes da República: fechado, arcaico, retrógrado, elitista, classista, antidemocrático, resistente a mudanças... Estamos todos com ELIANA CALMON, a Grande Mulher da Justiça, Orgulho da Magistratura Brasileira!

    ResponderExcluir
  16. precisamos conclamar o povo brasiloeiro a se manifestar contra essas aberrações que vem acontecendo no seio do três "poderes" da federação. O povo precisa deixar de ser submisso. É chegada a hora de nos manifestarmos contra essa hipocrisia na polítca. Aliás, para que política, se só serve para criar corporativismo. Manifestações contra as mazelas palacianas, JÁ.

    ResponderExcluir
  17. Mas não percamos o foco... Problemas há nos três poderes, mas no Legislativo e Executivo a gente pode interferir, nas eleições, e também se comunicando via email, correio... com nossos representantes. Vai tentar fazer isso com o Judiciário... veja se consegue enviar emails para os ministros do STF se não for para marcação de audiências... Nosso problema agora é o Judiciário, que não aceita ser investigado.

    ResponderExcluir
  18. Em 15 anos de militância na advocacia esperei uma voz que viesse de cima propagar a verdade. O judiciário equipara-se a política em matéria de imundice; porém estão bem acobertados embaixo dos seus mantos pretos e fedorentos. Claro que a grande maioria dos magistrados são pessoas honestas, mas o fato é que a parte podre comanda nos tribunais de justiça (que é político), sem qualquer inspeção. Eis os nossos Deuses vivos! PARABENS ELIANA CALMON! Perdemos o primeiro round para a familia Mello, mas estamos de caras pintadas para o resto da luta!

    ResponderExcluir
  19. É isso aí, cidadãos brasileiros! Todos atentos, em estado de alerta, descansando, comemorando, mas de olhos abertos nos Senhores de Toga. E mobilização geral assim que passarem festas e férias. Feliz Natal a todos!

    ResponderExcluir
  20. Digna Corregedora Eliana Calmon...em meio à corrupção que grassa nas entranhas do estado de direitos, Vossa Excelência se distingue, entre seus pares e é o paradigma renovador que norteia os novos e éticos rumos para a sociedade brasileira. Siga em frente, Vossa Excelência tem o apoio daqueles que não dependem dos indignos bolsas misérias do lulopetismo.

    ResponderExcluir
  21. Qualquer cidadão de bem apoia a ministra-corregedora Eliana Calmon, a Grande Mulher da Justiça, que com sua fibra e coragem partiu pra cima da bandidagem togada. Eliana Calmon: Orgulho para Todos os Cidadãos Brasileiros!

    ResponderExcluir
  22. ELIANA CALMON FOI O QUE DE MELHOR ACONTECEU NOS ÚLTIMOS TEMPOS NO BRASIL.BEM QUE JÁ NOTO A FALTA DE APOIO, COITADA. A MÍDIA CORROMPIDA COMO OS JUÍZES VÃO FAZER DE TUDO PRA ENGANAR O POVO COMO SEMPRE FIZERAM.
    PORQUE NÃO EXISTE ELEIÇÕES PARA O PODER JUDICIÁRIO?
    ELES SÃO DEUSES? MUITO PELO CONTRÁRIO SÃO PODRES. AHHH QUE PENA QUE QUE O POVO BRASILEIRO DORME .IMAGINO SE FOSSE NO CHILE. IRIÃO QUERER SUAS CABEÇAS EM PRAÇA PUBLICA. INSETOS DOS DIABOS.

    ResponderExcluir
  23. Concordo. O trabalho de Eliana Calmon vindo a público e expondo as entranhas imundas do Judiciário é um fato inédito e importantíssimo para a sociedade brasileira. Está mais do que na hora de fazer essa higienização. Judiciário não é lugar para acolher bandidos. Outro ponto importante que colocou: eleições. Queremos um sistema de escolha de ministros dos tribunais superiores mais democrático. O judiciário que aí está é retrógrado e tacanho, precisa urgentemente se modernizar.

    ResponderExcluir
  24. É a vergonha nacional, o Judiciário jamais deveria ser corrompido pois é a base da organização de nossa socieade, " como sabem uma canetada destes bandidos togados" acabam com a vida patrimonial, moral de qualquer cidadão brasileiro. Só nos resta ainda é lutarmos para que não continue a impunidade e o corporativismos destes pseudos cidadões que pensam serem Deuses pois ainda não aprenderam que são FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS, ou seja, empregados pagos pelo povo e que possuem privilégios especiais para serem corretos e justos....
    Teremos após esta batalha ainda outra contra a venda de sentenças atraves de acessores ...mas esta é para a próxima.

    Vamos reagir para podermos construir um Brasil mais justo.

    Que Deus proteja nossa Ministra e de força e coragem para ela continuar.

    ResponderExcluir
  25. Isso mesmo, Carlos. Vamos todos juntos continuar construindo uma CORRENTE DE SOLIDARIEDADE para defender e apoiar a Grande Mulher da Justiça, ministra-corregedora ELIANA CALMON. Vamos derrubar a Ditadura do Judiciário. Este poder se encontra apodrecido e precisa sofrer uma modernização e higienização urgente! Permaneçamos todos mobilizados e nos manifestando, sempre de modo cordial, educado, dentro da lei, mas de maneira firme e contundente. Abraços.

    ResponderExcluir