Tradutor

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Dilma: "Ministro sugere; Presidente é quem veta"

Das declarações infelizes do ministro-general Elito, do Gabinete de Segurança Institucional, afirmando que mortos e desaparecidos na ditadura não devem ser motivo de vergonha, já nos ocupamos aqui, registrando que o general foi chamado pela Presidenta a dar explicações, se retratar etc. e tal.

Sobre o "estilo Dilma de governar", além do que escrevemos e reproduzimos no ABC!, lemos no Blog da Folha (PE) que a Presidenta teria dado uma espécie de "puxão de orelhas" também no ministro da Fazenda Guido Mantega, que andou declarando que vetaria aumento do salário mínimo acima dos R$ 540,00 pretendidos pelo governo. Dilma teria colocado as coisas no devido lugar dizendo a Mantega que "Ministro 'sugere', Presidente é quem veta"...

Escolhidos, indicados, não concursados, Ministros de Estado são também servidores públicos. Sua função constitucional é servir, auxiliar o Presidente da República na direção da administração federal. E não criar problemas, celeumas, polêmicas. Pra isso já existe a velha e golpista mídia...

A propósito do significado da palavra "ministro" e da consequente delimitação de suas atribuições, reproduzo abaixo post do interessante blog Palavras e Origens, do escritor e professor Gabriel Perissé, que recomendo aos leitores do ABC!



Ministro serve para servir


Ministro que não serve... não serve para ministrar. É o que nos ensina a etimologia.

A palavra se usa no campo da política e da religião. O poder dos ministros está a serviço dos outros. Em latim, ministerium designava o ofício do servo. Ministra significava "escrava", "assistente" e "sacerdotisa".

Dilma Rousseff e seu ministério (2011)

Na palavra latina minister está presente o comparativo minor, "menor". A grandeza de um ministro está em se tornar o menor de todos, aquele que se esforça por servir.

(09jan2011)






 

2 comentários:

  1. Serra, o Noviço Rebelde.
    Noviço Rebelde = Inexperiente e avesso à Educação.
    Serra resolveu boicotar o ENEM (logo após o vazamento da prova do ENEM na gráfica da Folha) e com isso prejudicou o ingresso de muito pobre nordestino e até mesmo paulista, nas universidades de São Paulo.
    O que aconteceu????
    Os candidatos migraram para outras Universidades... As Federais!!!!!
    O intuito do boicote era, mais uma vez, fragilizar o governo. Mas, todas as vezes, o tiro saía pela culatra. Esta foi apenas mais uma...

    http://todeolhomalandragem.blogspot.com/2011/01/serra-o-novico-rebelde.html

    ResponderExcluir
  2. A cidadania, entendida aqui como conjunto de cidadãos, deve estar atenta, de prontidão, sempre. A cidadania é construída no dia a dia. Não cai do céu. Cabe a cada um de nós "ficar de olho" e "abrir a boca", sempre que necessário. Abraços.

    ResponderExcluir